X SIC: confira tudo que aconteceu e o resultado das premiações


Data de publicação: 30/10/2018

A Faculdade de Juazeiro do Norte – FJN realizou, entre os dias 24 e 27 de outubro, a X Semana de Iniciação Científica – SIC 2018. Com uma programação diversificada, o evento contou com mesas-redondas, palestras, oficinas, minicursos e apresentações de trabalhos científicos.

Este ano, um dos grandes diferenciais foi o sistema de avaliação das apresentações, que permitia ao aluno receber o certificado assim que os avaliadores finalizavam o parecer. O sistema foi criado pelo gerente de TI da FJN, Amitai Sousa, e por Lucas Peixoto, da Agência Up Marketing Digital. Eles são egressos do curso de Sistemas de Informação da FJN e tiveram essa ideia com o intuito de reduzir a quantidade de papeis utilizados durante a semana e para aperfeiçoar o processo de avaliação. “Tivemos quase mil trabalhos e cada um tinha dois avaliadores. Então, criamos um sistema web que pode ser acessado de qualquer dispositivo com internet. Sempre pensamos em implantar isso e, este ano, recebemos um incentivo do professor Alberto Malta, que trabalha com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável – ODS da ONU, então resolvemos colocar a ideia em prática”, contou Amitai.

Além dos alunos de Instituições de Ensino Superior, a SIC contou com apresentações de trabalhos de estudantes do ensino médio. Débora Odília, professora de biologia na Escola Profissionalizante José Osmar Plácido da Silva, de Barro – CE, acompanhou seus orientandos e afirmou que trabalhar com eles foi gratificante e enriquecedor. “O pontapé inicial é extremamente importante para contribuir com pesquisas futuras no ensino superior”, enfatiza.

A professora parabenizou ainda as outras apresentações e destacou que as escolas não estão mais focando apenas na obtenção de um diploma de ensino médio, mas sim na continuidade. Assim mostra o aluno premiado pelo melhor trabalho nível ensino médio, Miquéias Landim, do Instituto Federal do Ceará – Campus Crato. Miquéias relata que esse foi seu primeiro trabalho científico apresentado e que, em sua sala, ele é o único com interesse na área de pesquisa, mas recebe grande apoio de seus professores.

Para a comunidade acadêmica da FJN, a SIC teve uma contribuição muito importante, pois despertou olhares para a pesquisa científica e a obtenção de conhecimento. De acordo com a aluna ganhadora do melhor trabalho científico, Cícera Gabriela, do 8º semestre do curso de Farmácia, a experiência foi incrível. “Foi a primeira vez que eu fui premiada. A gente demorou muito pra fazer essa pesquisa. Foram tardes no laboratório estudando. Eu era monitora de Química Orgânica II do curso de Farmácia e, durante as aulas, a professora Edna Mori deu a ideia da gente reaproveitar a água de rejeito e nos engajamos nessa pesquisa. Não esperávamos ganhar, mas estamos muito contentes”, afirma.

A iniciação científica contribuiu também para a produção dos trabalhos de conclusão de curso dos discentes. A aluna Thaynar Gomes, do curso de Sistemas de Informação, relata que o evento foi uma experiência maravilhosa. “Eu achei uma experiência maravilhosa ter apresentado meu artigo, no qual servirá de base para o meu TCC. Os avaliadores foram muito atenciosos e me incentivaram a continuar com minha pesquisa e seguir em frente no tema”, afirma.

O tema deste ano foi “Do universal ao regional: mentes e mãos para o desenvolvimento”. E, com base em discussões que relacionavam o mundo inteiro e a realidade do Cariri, a SIC cumpriu seu objetivo de divulgar e disseminar conhecimentos produzidos nas áreas de exatas, de humanas e da saúde, para motivar uma maior integração entre professores, alunos e a comunidade regional.

Confira aqui a matéria completa sobre a abertura da X SIC, com o empresário José Roberto Nogueira, fundador da Brisanet.

Resultado das premiações:

Concurso de fotografia:

Feitos de sol, de Indra Nogueira Nunes. 

Concurso de literatura de cordel:

Comida: do regional ao universal, de Fernanda da Silva Alves.

Melhor trabalho de ensino médio:

Mitigar obtenção de dados sigilosos de usuários na internet através de ataques man in the middle, de Miquéias Levi de Meneses Landim.

Melhor trabalho de nível superior:

Avaliação da viabilidade de reuso da água de rejeito de um destilador, de Cícera Gabriela Viana da Silva e orientação da professora Edna Mori.